Honorários contábeis: como definir e apresentar para seus clientes?

honorarios-contabeis-como-definir-e-apresentar-para-seus-clientes: dois homens conversando

Algumas das maiores dificuldades dos empreendedores são: definir o preço dos seus serviços e achar a melhor forma de apresentá-los para seus clientes. Para os escritórios de contabilidade não é diferente. Definir uma tabela de honorários contábeis é algo que precisa ser analisado. Ao contrário de outras categorias, o Conselho Regional de Contabilidade não estabelece valores para a prestação de serviços. O que existe são tabelas contábeis estipuladas pelos sindicatos de cada região. Estes, por sua vez, definem um piso mínimo para a cobrança dos honorários, com o intuito de evitar uma concorrência desleal.

Neste post, você encontrará dicas importantes para definir os honorários contábeis do seu escritório. Continue a leitura e confira!

Pesquise o tabelamento da sua região

Como já mencionado, os órgãos da classe contábil não estabelecem um preço fixo para os honorários contábeis. Contudo, os sindicatos regionais indicam um piso mínimo para a precificação dos serviços de contabilidade para evitar o aviltamento de honorários.

O aviltamento é a cobrança desonesta da prestação de serviço, ou seja, praticar uma concorrência desleal, não seguindo as orientações dos órgãos de classe, prejudicando, assim, a classe contábil no exercício de sua profissão.

Diante dessa situação, é de extrema importância que o contador esteja ciente das obrigatoriedades de sua função e do código de ética vigente, assim como pesquisar e analisar os preços praticados na sua região.

Identifique os custos do seu estabelecimento

Assim como em qualquer outro ramo empresarial, é necessário que você saiba o valor dos gastos desembolsados para manter seu local de trabalho aberto.

Uma boa dica é listar todas as despesas: água, luz, internet, telefone, aluguel, além, obviamente, dos custos diretos, como mão de obra e software contábil.

É importante lembrar que o custo dos colabores de seu escritório não é apenas o salário líquido que cada um recebe. Para o empregador, os custos de mão de obra vão além. Por isso, não se esqueça de adicionar ao cálculo os encargos trabalhistas, as férias e o 13º salário.

Calcule o tempo

Com base nos custos identificados, é possível planejar o valor que você definirá para o seu serviço. Porém, é de suma importância saber calcular quanto tempo sua equipe de trabalho poderá vender para seus clientes.

Para chegar a esse resultado, siga a seguinte fórmula: pegue o total de horas trabalhadas e multiplique pelos dias úteis do mês. Vale lembrar que o tempo ocioso deve ser subtraído do cálculo.

Contudo, na profissão de contador, as atividades não são desenvolvidas todas com o mesmo tempo; logo, para uma maior organização, é importante identificar as atividades que necessitam de um maior volume de horas.

Considere os custos com manutenção

Hoje, os escritórios contábeis estão diretamente ligados à tecnologia. Para que isso não seja um desfalque no seu fluxo de caixa, é imprescindível que os custos com manutenção dos equipamentos de informática sejam considerados para a formação dos honorários contábeis.

Também é importante evidenciar as despesas oriundas de cursos e atualizações, algo que na contabilidade ocorre seguidamente.

Lembre-se da margem de lucro

Um dos grandes diferenciais de um bom profissional contábil é o suporte dado para seus clientes. Com a ajuda do contador, as empresas visam aumentar consecutivamente seu percentual de lucro.

Para o escritório de contabilidade, é o mesmo pensamento — ele realiza seu trabalho para no fim garantir sua margem de lucro. Por isso, ao definir seu honorário contábil, não se esqueça de estipular a margem de lucro desejada.

Realize uma apresentação

É comum o cliente questionar o preço dos serviços contábeis. No entanto, cabe ao contador apresentar todos os benefícios que seu escritório disponibiliza para a empresa cliente.

Uma dica importante é salientar os serviços oferecidos, mostrar aos clientes o suporte que você está capacitado a dar, demonstrando como sua equipe está disposta a solucionar com rapidez os futuros problemas. Isto é, talvez o seu preço não seja o menor do mercado, mas seguramente você prestará serviços com qualidade e poderá ser uma consultoria nas mais variadas áreas da empresa.

Agora que você tem algumas dicas de como definir os honorários contábeis, baixe o e-book “Gestão de tarefas: 10 dicas para a gestão do tempo” e potencialize seu escritório!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *