Testes de Software Questor

A empresa Questor Sistemas já vem desenvolvendo testes automatizados em seus produtos à algum tempo, desde então obtivemos resultados positivos para o controle e liberação das versões. Pois até então os testes eram feitos exclusivamente de forma manual e geravam um alto custo do processo.

Com a ajuda do teste automatizado a validação e verificação dos dados de um processo é muito mais rápido e assertivo comparando com o teste efetuado manualmente.

Segundo Rios e Moreira Filho (2006) estima-se que nas décadas de 1960 e 1970, os desenvolvedores dedicavam 80% dos seus esforços nas atividades de codificação e nos testes unitários. Uma parcela menor de esforço era dedicada à integração dos programas e aos testes dos sistemas.

Porém as atividades de testes eram consideradas apenas um mal necessário para provar aos usuários que os produtos funcionavam e não eram tratadas como um processo formal e alinhado com as atividades do processo de desenvolvimento de sistemas. A partir dos anos oitenta, durante o processo de desenvolvimento, passou a ser dada maior importância à análise dos requisitos, ao desenho funcional e técnico dos novos sistemas.

Um esforço maior passou a ser dedicado à integração das diversas peças que compunham os softwares e ao teste destes para funcionarem como um sistema. As atividades passaram a ser tratadas como um processo formal, aparecendo as metodologias de testes que evoluíram até os dias de hoje.

Existem várias definições de teste, entre as quais encontram-se relacionadas algumas:

a) testar é verificar se o software está fazendo o que deveria fazer, de acordo com os seus requisitos, e não está fazendo o que não deveria fazer (RIOS; MOREIRA FILHO, 2006);

b) testar é o processo de executar um programa ou sistema com a intenção de encontrar defeitos (teste negativo) (MYERS, 1979);

c) testar é qualquer atividade que a partir da avaliação de um atributo ou capacidade de um programa ou sistema, seja possível determinar se ele alcança os resultados desejados (HETZEL, 1987).

Fontes:
RIOS, Emerson; MOREIRA FILHO, Trayahú Rodrigues. Teste de software.2. ed. rev. e ampl. Rio de Janeiro : Alta Books, 2006.
MYERS, Glenford J. The Art of software testing. New York : J. Wiley, 1979.
HETZEL, William; FLOW INFORMATICA. Guia completo ao teste de software. Rio de Janeiro : Campus, 1987.

Atenção ao ajuste SINIEF 21 na emissão da MDFe

O que fazer quando ocorrer a rejeição: Código de Município diverge da UF de descarga do MDFe.
Isso ocorre quando foi emitido o MDFE com mais de um Município para descarregamento em estados diferentes. Neste caso, deve ser emitido MDFE separado para cada UF.

Conforme a legislação, quando há transporte para mais de uma unidade federada, não pode estar no mesmo documento.

“§ 2º Caso a carga transportada seja destinada a mais de uma unidade federada, o transportador deverá emitir tantos MDF-e distintos quantas forem as unidades federadas de descarregamento, agregando, por MDF-e, os documentos destinados a cada uma delas”. (AJUSTE SINIEF 21, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2010)

Dúvidas entrar em contato com a equipe de suporte do Questor Empresarial.

Fonte: http://www1.fazenda.gov.br/confaz/confaz/ajustes/2010/aj_021_10.htm

Versão 1.1.99.8 – Questor Empresarial

Caros usuários do Questor Empresarial, já foi disponibilizada a versão 1.1.99.8 com implementações muito importantes, favor atualizarem o Questor Empresarial e ler as novidades da versão (Ajuda – O que há de novo?).

Podemos destacar uma dessas implementações para os clientes que tem a necessidade de efetuar MDF-e  (Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais) e utilizam a rotina de montagem de cargas (faturamento – montagem de cargas/rotas – montagem de cargas), ao utilizar a opção de gerar o MDF-e o sistema irá efetuar o vinculo das notas fiscais referente a essa carga automaticamente.

Dúvidas referente à utilização da nova funcionalidade, podem ser sanadas junto ao suporte do Questor Empresarial.

Fonte: Equipe Questor Empresarial

Versão 1.1.99.4 – Questor Empresarial

No dia 03/09/2014 foi liberado a versão 1.1.99.4, diante todas as novidades que podem ser encontradas no menu Ajuda/O Que há de Novo, uma delas é a nova rotina de renegociação de títulos de contas a receber.

Essa rotina permite que o usuário do Questor Empresarial possa estar calculando juros, multas e descontos conforme negociação com o cliente, otimizando sua rotina financeira. Essa nova ferramenta permite que o setor financeiro da empresa faça a negociação e atualização dos valores de forma rápida, fácil e muito prática.

Para mais informações sobre essa novidade ou demais conforme versão, consulte o menu: (AJUDA – O QUE HÁ DE NOVO?)

Fonte: Equipe Questor Empresarial

Questor Empresarial – Android

Acompanhando a evolução da tecnologia o Questor Empresarial disponibiliza aos seus usuários uma ferramenta dinâmica e flexível, que pode ser utilizada em qualquer sistema android. Isso permite que os usuários possam emitir pedidos/orçamentos, efetuar consultas financeiras diretamente em seu cliente.

Essa ferramenta de fácil instalação e uso pode ser utilizada tanto online como off-line, além disso, o processo de emissão de pedido/orçamento passa por toda a validação de gestão e regra de negócio do Questor Empresarial.

Para saber mais sobre isso, entre em contato com a equipe Questor.

Fonte: Equipe Questor Empresarial

Agenda de Compromissos Questor Empresarial

Entre tantas funcionalidades e rotinas que os clientes Questor Empresarial contam, também existe a Agenda de Compromissos que é uma ótima ferramenta para gerentes de setores, vendedores, setor financeiro entre outros.

Como funciona?

Com o acesso a rotina (Administração – agenda de compromissos), basta selecionar o dia que queira criar um compromisso, informar o assunto, local e se necessário a entidade/departamento. Também existe a possibilidade de informar hora início e hora término, para que assim o Questor Empresarial possa avisar o usuário no momento do compromisso.

Também pode ser utilizado a agenda dentro da rotina Baixa de Título,basta entrar na rotina e consultar os título (tanto a pagar como a receber pode ser feito isso), clicando em cima do título com o botão direito habilita a opção da Agenda de Compromissos.

blogII

                Nessa opção tem as opções:

Consulta a notação na agenda – Serve para consultar as anotações feitas até o momento.

Nota anotação na Agenda – Serve para gerar uma agenda na data atual, onde já traz a informação de documento, vencimento e valor no campo da observação.

Outra função interessante da agenda é a abertura da tela Agenda de Compromissos automaticamente ao entrar no sistema, mostrando assim o agendamento da data por usuário.

Dúvidas entre em contato com o setor de suporte do Questor Empresarial.

Cupom Fiscal no Questor Pequenas Empresas

Agora o Questor Pequenas Empresas conta com mais um módulo que promete muito sucesso, o ECF – Emissão de Cupom Fiscal.

O cliente que utiliza o PDV do Pequenas Empresas, consegue emitir o cupom fiscal mesmo sem ter acesso a internet, pois os dados são integrados com o terminal local onde fica a impressora de cupom fiscal.

Se existe conexão com a internet os dados são integrados com a base web em alguns segundos e se não existir, pode-se emitir o documento fiscal (Cupom Fiscal) da mesma forma, porém os dados são integrados logo após voltar a ter acesso à internet. Assim as informações de estoque e faturamento estão sempre atualizadas no sistema.

Para saber se a empresa é obrigada a usar o ECF, fale com o setor contábil ou fiscal. Conforme legislação vigente é obrigatório o uso do equipamento o estabelecimento que efetue operação com mercadoria ou prestação de serviços em que o destinatário ou o tomador do serviço seja pessoa natural ou jurídica não-contribuinte do imposto, ou o estabelecimento com expectativa de receita bruta anual superior a R$ 120.000,00 (cento e vinte mil reais).

Fundamento: artigo 135, artigo 251, artigo 252 e artigo 18 das DDTT do RICMS/00.

Fonte: Equipe Questor Empresarial

Lei da Transparência de Tributos P.E.

Lei da transparência de tributos P.E.

A Nota Técnica 2013/003 se refere à lei da transparência dos tributos federais, estaduais e municipais onde o Ajuste SINIEF 07/2013, publicado em 05/04/2013, dispõe sobre os procedimentos a serem adotados na emissão de documentos fiscais para esclarecimentos ao consumidor, conforme disposto na Lei nº 12.741/12.

Essa NT entra em vigência no ambiente de produção no dia 01/06/2013.

O “Valor Aproximado dos Tributos” calculado pela empresa, correspondente a totalidade dos tributos federais, estaduais e municipais, cuja incidência influa na formação do respectivo preço de venda, opcionalmente poderá aparecer no DANFE no campo de Informações Adicionais do Produto (tag: infAdProd, id:V01) e/ou no campo de Informações Complementares da NF-e (tag: infCpl, id:Z03).

O “Valor Aproximado dos Tributos”, poderá opcionalmente constar no DANFE em campo próprio, conforme segue:

· Quadro de Cálculo do Imposto: incluir nova coluna com o “Valor Aproximado dos Tributos” (item 7.8.1 e 7.8.2 do MOC);

· Quadro Dados dos Produtos / Serviços: incluir nova coluna com o “Valor Aproximado dos Tributos” (item 7.1.5, 7.8.1 e 7.8.2 do MOC).

O que muda no Questor Pequenas Empresas?

É preciso definir no cadastro da empresa (Cadastros – Cadastros de Empresas) a opção “Lei da Transparência” se a empresa vai optar pelo Padrão IBPT ou Próprio.Pe2

Onde, no padrão IBPT, existe uma tabela com o percentual aproximado de tributos aplicados a cada NCM, sobre essa informação será gerado o valor aproximado dos tributos. Este percentual pode ser consultado acessando o cadastro do produto, realizando a pesquisa da tabela de NCM, nas colunas % Trib. / % Trib. Import.

No caso da empresa optar por padrão próprio, o mesmo deve demonstrar toda a memória de cálculo de impostos manualmente na informação adicional do produto.

Como essa informação do Valor aproximado dos impostos é voltada para o consumidor final, será necessário usar a “Classificação de Entidades” para diferenciá-los dos demais clientes do sistema. Essa classificação deverá estar com a opção “Consumidor Final” – SIM, para que toda a rotina acima se aplique a este cliente. O cadastro de classificação é encontrado no menu Cadastros/Classificação de Entidades, e deve ser vinculada no cadastro do cliente, no campo “Classificação”.Pe

 

Onde aparecerá essa Informação no DANFE do Questor Pequenas Empresas?

No DANFE, a informação será destacada no quadro de “Cálculo de Impostos”, no campo “Valor Aprox. Tributos”. Além da informação adicional do produto.

No caso de dúvidas, favor entrar em contato com a equipe de suporte do Questor Pequenas Empresas.

Questor Pequenas Empresas – Versão 1.0.7

Algumas  melhorias:

* Módulo ECF – disponível somente para quem tem essa opção habilitada no licenciamento.

* Novo campo no Cadastro de Naturezas para Regra da Observação do Item da NFe.

+Quando preenchido, esse campo será sugerido no campo observação do item da NFe. Palavras chaves circundadas pelos sinais “[@” e “]” serão substituídas pelos respectivos valores no momento de salvar o item.

* Novo campo no cadastro de produto para configuração de ST para ECF.

* Novo formato para Xml de distribuição de notas canceladas por evento.

* Novo Layout do boleto do Banco CAIXA.

* Funcionalidade para importação do xml  da NF-e para nova nota de entrada/compra.

* Habilitado opção para excluir/desfazer movimentações financeiras.

* No cadastro de CT-e o campo Valor das Mercadorias é preenchido automaticamente pelo somatório dos valores das Notas Fiscais.

* Natureza de Estoque relacionadas para Movimentar Estoque, agora validam as quantidades de itens disponíveis em estoque ao lançar os itens e ao tentar transmitir a nota.

* Na tela principal ao passar o mouse sobre o Nome da Empresa aparece informações sobre a empresa e a configuração dos ambientes.

* Integração fiscal e contábil.

 

CORREÇÕES

———————————————————————————————–

* Campo OBSERVAÇÔES DA NOTA FISCAL no cada

stro de cliente não estava sendo sugerido automaticamente no campo OBSERVAÇÃO na Emissão de NF;

* Campos com regras de SIT. TRIBUTÁRIA, DESABILITAR CÁLCULO DE IMPOSTOS, TOTAL PRODUTO FAZ PARTE TOTAL NFE, DESABILITAR CÁLCULO DE IMPOSTOS, não estavam executando corretamente suas funções:

+ DESABILITAR CÁLCULO DE IMPOSTOS – Quando “SIM” desconsidera o cálculo de impostos sobre os itens quando gravados;

+ TOTAL PRODUTO FAZ PARTE TOTAL NFE – Quando “SIM” considera o valor do item no somatório do total da nota;

+ SIT. TRIBUTÁRIA – Quando “SIM” efetua o cálculo do Vl. Base de ICMS St. e Valor ICMS St., caso contrário grava o valor ZERO para esses campos.

* Ao gravar um item de NFS-e o sistema alerta caso não estejam sido relacionadas as configurações de impostos( Disponível em: Contabilidade > Co

nfigurações > Configuração Impostos)

04 - Cópia

 

Retenção de Impostos Questor P.E.

Usuários do módulo Questor Pequenas Empresas contam com mais uma funcionalidade, a retenção de impostos.

As formas de uso são as mesmas contidas no sistema Questor Empresarial, podendo ser retido ou não na fonte, descontado no total da nota fiscal ou nas parcelas. As configurações da retenção ficam dentro do cadastro da entidade (cliente), conforme imagem abaixo.

Sem título

As alíquotas dos impostos podem ser configuradas no cadastro do serviço (estoque – cadastros – serviços) ou ainda no cadastro dos impostos (contabilidade – configurações – configurações de impostos).

Dúvidas entrar em contato o suporte Questor Empresarial.