Utilitário – Correções Diversas

No módulo Gerenciador de Empresas do Sistema Questor existe uma ferramenta pouco conhecida pelos usuários do sistema que é o utilitário de correções diversas, o qual pode corrigir diversas situações na base do cliente sem precisar executar comandos ou qualquer alterações mais complexas.

O menu está disponível em Utilitários/Correções Diversas:

1

Através do menu é possível executar diversas rotinas:

2

Abaixo segue a descrição do que cada rotina realiza de manutenção no sistema:

1) Acerto do campo Contribuinte de ICMS nas Saídas: realiza acerto no campo Contribuinte de ICMS nas saídas do módulo Fiscal, verificando se o Cliente tem a inscrição estadual diferente de ISENTO.

2) Acerto do campo Alíquota ICMS (Zerar) nas Entradas e Saídas para Isentas e Outras: realiza acerto no campo da alíquota do ICMS nas entradas e saídas do módulo Fiscal, zerando esta alíquota quando não tiver base de cálculo, ou seja, quando o lançamento tiver apenas valores de isentas e outras.

3) Acerto da variável VlrContabil na Apuração dos Impostos Federais: realiza acerto na configuração para apuração dos impostos do módulo Fiscal, verificando se a natureza em questão apura ICMS substitui a variável vlrContabil para vlrContICMS, ou se apurar ISS substitui a variável vlrContabil para vlrContISS.

4) Acerto da variável VlrContabil nas Regras das Naturezas: realiza acerto nas regras vinculadas na natureza (acumuladores) do módulo Fiscal, verificando se a natureza em questão apura ICMS substitui a variável vlrContabil para vlrContICMS, ou se apurar ISS substitui a variável vlrContabil para vlrContISS.

5) Acerto do campo Estado de Origem nas Entradas e Saídas somente para Transportes: realiza acerto no campo Estado de Origem nas Entradas e Saídas do módulo Fiscal, verificando se a natureza em questão é de transporte, senão, este campo deve ser nulo.

6) Acerto das Saídas de ISS que estão como ICMS: realiza acerto nas Entradas e Saídas no módulo Fiscal, referente ao tipo do imposto, verificando se a natureza em questão é ISS e foi lançada como ICMS.

7) Acerto da variável VlrContabil nas Tabelas Contábeis: realiza acerto nas regras das tabelas contábeis do módulo Fiscal, verificando se a natureza em questão apura ICMS substitui a variável vlrContabil para vlrContICMS, ou se apurar ISS substitui a variável vlrContabil para vlrContISS.

8) Acerto Tipo Transf./Data Transf.(Históricos de Locais/Filiais): Em alguns casos de conversões o campo Tipo de Transferência poderia estar com valor incorreto ocasionando problemas.

9) Acerto Provisões após Demissão: Exclui as provisões de meses após a rescisão do funcionário, exceto no mês do pagamento da rescisão complementar, caso a mesma exista.

10) Acerto dos Históricos(Cargo, Escala, Local, Salário): Nas conversões foram encontrados alguns casos com a Data do Histórico inferior a Data de Admissão, neste caso são revisados e atualizados para a data da admissão (Locais/Filiais, Cargos, Escalas, Salários e Adicionais.

15) Excluir Contas Sintéticas dos Saldos Contábeis: Nas importações de dados que foram gerados os lançamentos contábeis e houve a necessidade de utilizar o troca plano podem terem sido gerados valores na tabela de saldos contábeis para contas sintéticas e estas informações geram distorções no arquivo do SPED Contábil. A finalidade desta rotina é corrigir estes registros, excluindo-os da tabela de saldos.

ATENÇÃO!!! É muito importante o usuário saber que essas rotinas são irreversíveis, não há como cancelar o processo feito. Serão alterados todos os registros da tabela correspondente e não há como filtrar por períodos.

Fonte: Equipe Questor

Importação Arquivo Sped Fiscal

O Sistema Questor permite ao usuário fazer a importação de vários arquivos SPED Fiscal em uma única importação. Para isso o sistema avalia o CNPJ, importando cada arquivo para sua respectiva empresa.

Passo a Passo:

Acesse o menu Arquivos/Federais/Importar SPED Fiscal

Na informação dos parâmetros não será necessário informar o campo Empresa, já que o sistema avaliará o CNPJ de cada arquivo.

imagem

Após efetuar a configuração dos parâmetros e indicar a pasta que contém os arquivos inseridos, apenas executar o processo. Ao finalizar o processo o sistema trará separadamente cada arquivo importado identificando o código de cada empresa.

Fonte: Questor Sistemas

Importação do Bloco H do Arquivo Sped Fiscal

A importação do Bloco H (Registro de Inventário) pode ser feita através da importação do Arquivo SPED Fiscal no sistema.

O primeiro passo é possuir a configuração da empresa no módulo Inventário do Questor. Para configurar a empresa acesse o menu Configurações/Configuração da Empresa.

 A primeira definição é o número de casas decimais necessárias para o Custo Unitário e Quantidade, que depende da necessidade dos registros do cliente.

 Para o campo Detalhar ICMS a Recuperar por Item – Informe Sim para além da quantidade e custo o sistema solicitar o valor do ICMS a recuperar a cada produto do estoque. Informe Não para ignorar. Lembramos que essa configuração somente deve ser igual a Sim quando o Usuário desejar destacar no Livro de Inventário o valor do ICMS a recuperar de cada produto do estoque. O sistema permite, no momento da impressão do Livro de Inventário, lançar o valor total do ICMS a recuperar do período.

Para o Campo Detalhar PIS/COFINS a Recuperar por Item – Informe Sim para além da quantidade e custo o sistema solicitar o valor do PIS e COFINS não cumulativos cada produto do estoque. Informe Não para ignorar. Lembramos que essa configuração somente deve ser igual a Sim quando o Usuário desejar destacar no Livro de Inventário o valor do PIS e COFINS não cumulativo de cada produto do estoque. O sistema permite, no momento da impressão do Livro de Inventário, lançar o valor total do PIS e COFINS não cumulativo do período.

Para o campo Período de Inventário – Deve-se informar qual é a periodicidade do inventário: mensal, trimestral ou anual.

teste

A importação do arquivo segue no módulo Fiscal no menu Arquivos/Federais/Importar SPED Fiscal, deve-se importar apenas o Bloco H contido no arquivo, sendo assim todos os demais blocos devem estar assinalados para não importar. A data nos parâmetros de importação deve ser o período a que se refere o inventário, a data em que deve constar a movimentação dos registros, por exemplo, quando inventário anual, ao importar deve-se informar a data para importação como 01/12/2013 à 31/12/2013.

teste1

Após importar os registros acesse o módulo Inventário para verificar a movimentação importada, no menu Movimentos/Lançamentos do Inventário.

teste 2

Também é importada a informação de propriedade do estoque, para que a informação seja carregada de forma completa, no arquivo SPED Fiscal deve conter a informação da conta contábil no registro H010.

Após as devidas conferências é possível estar gerando o Livro de Inventário pelo menu Relatórios/Movimentos/Livro de Inventário.

Para correta geração do SPED Fiscal com informação sobre os registros de inventário é necessário informar SIM no campo de geração, informar o período do registro e o motivo do inventário.

Fonte: Questor Sistemas

Utilitários Saídas – Gerar Retidos

No menu utilitários do módulo fiscal há uma rotina que pode ser utilizada na geração de impostos retidos dos lançamentos de saída. Essa rotina consiste em gerar em uma única vez, para todos os lançamentos do período, a retenção de impostos, dispensando o lançamento de retidos um a um.

Para correta geração da rotina é necessário possuir a configuração dos impostos retidos na natureza: Cadastros/Naturezas/Código Fiscal de Operação.

1

Após configurar a natureza de acordo com as retenções, faz-se os lançamentos de saída e ignora-se o campo dos retidos, para depois gerar os mesmos pela rotina.

Para gerar a rotina dos impostos retidos deve-se acessar o menu: Utilitários/Saídas/Retidos/Gerar – Atualizar Impostos Retidos. Os parâmetros devem ser estabelecidos de acordo com a necessidade de geração podendo ser gerado todos os impostos de uma só vez ou apenas os impostos necessários, pode-se utilizar os demais filtros para a consulta ficar de acordo com a necessidade do cliente. Conforme figura abaixo:

2

Após efetuar os parâmetros necessários deve-se executar a rotina, os lançamentos aparecerão na tela de forma detalhada, como segue:

3

Em seguida, deve-se clicar no ícone indicado para que o sistema preencha os valores para todos os lançamentos automaticamente, gerando o quadro de informações:

 4

Após preencher todas as informações dos impostos e dar um OK, os lançamentos assumirão a novas configurações, após isso é só gravar.

Depois de ter efetuado a rotina busca-se os lançamentos de saídas, o campo retidos e atualizasse os lançamentos o sistema irá assumir todos as retenções que foram geradas, conforme segue:

5

Fonte: Equipe Suporte Questor