Alteração de Descrição – Padronização

As opções deste processo, permitem padronizar a nomenclatura das contas contábeis, históricos contábeis, complemento de lançamentos, nomes do cadastro de fornecedores/clientes, entre outros. Assim, melhorar a estética dos relatórios e consultas.

No módulo Gerenciador de Empresas

Em Utilitários/alteração de Descrição – Padronização
imagem

Veja abaixo alguns dos campos alterados em cada opção.

2

– Plano Contas Específico: Descrição da Conta

– Plano Contas Padrão: Descrição da Conta

– Plano Contas DRE: Descrição da Conta

– Históricos Padrão: Descrição do Histórico Contábil

– Complementos Histórico Lançamentos: Complemento dos Lançamentos Contábeis

– Fornecedores/Clientes: Razão Social, Logradouro, Endereço e Bairro

– Sócios: Nome, Logradouro, Endereço e Bairro

– Centro Custo: Descrição do Centro Custo

– Plano Contas Inventário: Descrição da Conta

– Produtos: Descrição do Produto

Exemplos de utilização do parâmetro Tipo Formato.

– Textos originais:

Questor Sistemas Ltda.
retenção do IRRF de 0,85
PAGAMENTO DE DUPLICATA
SALDO TRANSF. P/matriz 01/04

– Usando Tipo Formato: Padrão do Questor

Questor Sistemas Ltda.
Retenção do IRRF de 0,85
Pagamento de Duplicata
SALDO TRANSF. P/Matriz 01/04

Observação: Para os planos de contas, as contas sintéticas ficam em maiúsculo e as contas analíticas ficam em minúsculo.

– Usando Tipo Formato: Primeira letra da sentença em maiúscula

4

Questor sistemas ltda.

Retenção do irrf de 0,85
Pagamento de duplicata
Saldo transf. p/matriz 01/04

– Usando Tipo Formato: minúsculas

questor sistemas ltda.
retenção do irrf de 0,85
pagamento de duplicata
saldo transf. p/matriz 01/04

– Usando Tipo Formato: MAIÚSCULAS

QUESTOR SISTEMAS LTDA.
RETENÇÃO DO IRRF DE 0,85
PAGAMENTO DE DUPLICATA
SALDO TRANSF. P/MATRIZ 01/04

– Usando Tipo Formato: Primeira Letra de Cada Palavra em Maiúscula

Questor Sistemas Ltda.
Retenção do Irrf de 0,85
Pagamento de Duplicata
Saldo Transf. P/Matriz 01/04

Fonte: Equipe Questor Sistemas

DMED – DECLARAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS

Como bem sabemos se aproxima o prazo final para a entrega da Declaração de Serviços Médicos e de Saúde – DMED, instituída pela Instrução Normativa RFB 985 de 22 de Dezembro de 2009. A data final ocorrerá no último dia útil do mês de março do ano-calendário subsequente àquele a que se referem as informações, ou seja no dia 31/03/2015 ultimo dia para entrega da DMED do ano calendário 2014.

A DMED deve ser apresentada por pessoas jurídicas ou pessoas físicas equiparadas à jurídica nos termos da legislação do Imposto sobre a Renda, desde que sejam:

  • Prestadora de serviços médicos e de saúde,
  • Operadora de plano privado de assistência à saúde; ou.
  • Prestadora de serviços de saúde e operadora de plano privado de assistência à saúde.

Em outras palavras a DMED nada mais é que a declaração obrigatória a ser apresentada pelas entidades médicas e de saúde, declaração esta que será utilizada pelo FISCO para o cruzamento de dados com as outras e também obrigatórias declarações do IRPF e IRPJ apresentada pelas pessoas físicas e Jurídicas que uma vez utilizaram de uma prestação de serviço médico ou de saúdes.

PENALIDADES

A não apresentação da DMED no prazo estabelecido, ou a sua apresentação com incorreções ou omissões, sujeitará a pessoa jurídica às seguintes multas (artigo 8º da Lei 12.766/2012):

A não apresentação da DMED no prazo estabelecido, ou a sua apresentação com incorreções ou omissões, sujeitará a pessoa jurídica à multa de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) por mês-calendário ou fração, no caso de falta de entrega da Declaração ou de sua entrega após o prazo; além de 5% (cinco por cento), não inferior a R$ 100,00 (cem reais), por transação, do valor das transações comerciais, no caso de informação omitida, inexata ou incompleta.

Por apresentação fora do prazo:

  • R$ 500,00 por mês-calendário ou fração, relativamente às pessoas jurídicas que, na última declaração apresentada, tenham apurado lucro presumido;

  • R$ 1.500,00 por mês-calendário ou fração, relativamente às pessoas jurídicas que, na última declaração apresentada, tenham apurado lucro real ou tenham optado pelo auto arbitramento;

Por não atendimento à intimação da Secretaria da Receita Federal (RFB), para apresentar declaração, demonstrativo ou escrituração digital ou para prestar esclarecimentos, nos prazos estipulados pela autoridade fiscal, que nunca serão inferiores há 45 dias: R$ 1.000,00 por mês-calendário;

Por apresentar declaração, demonstrativo ou escrituração digital com informações inexatas, incompletas ou omitidas: 0,2%, não inferior a R$ 100,00, sobre o faturamento do mês anterior ao da entrega da declaração, demonstrativo ou escrituração equivocada, assim entendida como a receita decorrente das vendas de mercadorias e serviços.

A prestação de informações falsas na DMED configura hipótese de crime contra a ordem tributária, e sujeitará os contribuintes envolvidos às penalidades e sanções cabíveis.

O QUE DEVE SER INFORMADO?

Devem ser informados na DMED os valores recebidos de pessoas físicas, em decorrência de pagamento pela prestação de serviços médicos e de saúde, e plano privado de assistência à saúde.

No caso de valores recebidos em decorrência de pagamento pela prestação de serviços médicos e de saúde, devem ser informados:

1)  Pagamentos efetuados por pessoas Físicas:

  • O Nome completo e número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) do responsável pelo pagamento;
  • O Nome completo e número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) do beneficiário do serviço. Quando este for menor de 18 anos e não possuir CPF, informar nome completo e data de nascimento;
  • O Valor pago, em reais.

Atenção: não devem ser informados em DMED valores recebidos de pessoas jurídicas ou do Sistema Único de Saúde (SUS).

2)  Pagamentos efetuados por Planos individuais ou familiares de assistência à saúde:

  • O Nome completo e número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) do titular do plano;
  • O Nome completo e número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) dos dependentes relacionados ao titular do plano. Se o dependente do plano de saúde for menor de 18 anos e não possuir CPF, informar nome completo e data de nascimento;
  • O Valor anual pago, individualizando as parcelas relativas ao titular e a cada dependente;
  • Os Valores reembolsados à pessoa física beneficiária do plano, individualizados por beneficiário titular ou dependente e por prestador do serviço médico e de saúde (que originou o reembolso).

3)  Pagamentos efetuados por Planos coletivos por adesão de assistência à saúde:

  • O Nome completo e número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) do titular do plano;
  • O Nome completo e número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) dos dependentes relacionados ao titular do plano. Se o dependente do plano de saúde for menor de 18 anos e não possuir CPF, informar nome completo e data de nascimento;
  • O Valor anual pago, individualizando as parcelas relativas ao titular e a cada dependente;
  • Os Valores reembolsados à pessoa física beneficiária do plano, individualizados por beneficiário titular ou dependente e por prestador do serviço (que originou o reembolso).

A DMED deve ser apresentada pela matriz da pessoa jurídica, consolidando as informações de todos os estabelecimentos da Pessoa Jurídica, é exigida a declaração com assinatura digital, efetivada mediante utilização de certificado digital válido, para entrega da DMED.

É altamente recomendável que os contribuintes obrigados à elaboração e entrega da DMED antecipem a coleta e preparação dos dados, para que não venham a ter problemas ou complicações na hora de cumprir sua obrigação acessória com a Receita Federal.

FONTES:

http://www.portaltributario.com.br/artigos/dmed.htm

http://www.receita.fazenda.gov.br/Legislacao/Ins/2014/in15042014.htm#Anexo Único

NOSSOS ATENDIMENTOS – NOVEMBRO 2014

atendimentos_112014

Com o objetivo de mostrar a satisfação dos clientes Questor, apresentamos os atendimentos concluídos e votados do setor de suporte realizados durante o mês de novembro de 2014. Os índices de atendimentos são compostos por: Telefone, Chat, Visitas, Acesso Remoto e E-mail.

Todos os dias a equipe Questor procura aprimorar e aperfeiçoar os atendimentos com os clientes.

Atualizações das Certidões Conjunta da Receita Federal

Informamos que em virtude da alteração na forma de emissão na CND da Receita Federal em conjunto com a CND da Previdência, estamos executando um processo que extrai todas as CND´s da Receita Federal novamente e altera a data de vencimento.

Essa rotina tem por base manter as CND´s da Pessoa Jurídica atualizadas com o novo modelo – Receita e Previdência. Essa alteração no site da RFB, por diversas vezes, tem retornado um erro na consulta da certidão, com a seguinte mensagem: “As informações disponíveis na Secretaria da Receita Federal do Brasil – RFB sobre o contribuinte 99.999.999/9999-99 são insuficientes para a emissão da certidão por meio da internet”.

Nessas situações vamos gravar como FALHA e o cliente deverá verificar possíveis pendências existentes no órgão e posteriormente realizar a solicitação de captura de uma nova certidão, onde poderá ser realizada no modulo Questor CND, no menu Certidões > Listar Certidões, basta localizar a certidão desejada e clicar em Solicitar Certidão.

As certidões que foram capturadas anteriormente podem ser consultadas no menu Listar Certidões, clicando no ícone “Visualizar” e acessar a aba Histórico será demonstrado todas as certidões que foram capturadas anteriormente.

 

Alteração de Descrição – Padronização

Na rotina diária de um escritório ou empresa, existe uma diversidade de usuários executando, incluindo, alterando dados dentro do Sistema Questor. Sendo assim, na grande maioria dos casos, cada usuário segue o seu padrão de escrita dentro dos processos do sistema. Ou seja, há usuários que ao cadastrar um cliente/fornecedor usa na sua descrição apenas letras maiúsculas, porém de mesmo modo há usuários que para o mesmo processo, utiliza um padrão de escrita diferente, como exemplo, iniciando as palavras apenas com a primeira letra maiúscula e as subsequentes minúsculas. O mesmo ocorre para histórico de lançamentos contábeis, cadastro de empresas e filiais, cadastro de produtos, enfim, em diversas rotinas do sistema. Logo ao efetuar a geração e/ou impressão de um relatório, demonstrativo, livro ou arquivo, notamos essa falta de padronização. Para sanarmos essa situação, o Questor disponibiliza no módulo Gerenciador de Empresas, menu: Utilitários / Alteração de Descrição – Padronização, uma ferramenta que permite uma padronização de diversas situações dentro do sistema.

Menu

Tela

Nessa rotina, conseguimos ajustar as descrições nos seguintes formatos:

Zoom Formato

 

Exemplos de utilização do parâmetro Tipo Formato.

– Textos originais:

New Informática Ltda.

retenção do IRRF de 0,85

PAGAMENTO DE DUPLICATA

SALDO TRANSF. P/matriz 01/04

 

– Usando Tipo Formato: Padrão do Questor

New Informática Ltda.

Retenção do IRRF de 0,85

Pagamento de Duplicata

SALDO TRANSF. P/Matriz 01/04

Observação: Para os planos de contas, as contas sintéticas ficam em maiúsculo e as contas analíticas ficam em minúsculo.

 

– Usando Tipo Formato: Primeira letra da sentença em maiúscula

New informática ltda.

Retenção do irrf de 0,85

Pagamento de duplicata

Saldo transf. p/matriz 01/04

 

– Usando Tipo Formato: minúsculas

new informática ltda.

retenção do irrf de 0,85

pagamento de duplicata

saldo transf. p/matriz 01/04

 

– Usando Tipo Formato: MAIÚSCULAS

NEW INFORMÁTICA LTDA.

RETENÇÃO DO IRRF DE 0,85

PAGAMENTO DE DUPLICATA

SALDO TRANSF. P/MATRIZ 01/04

 

– Usando Tipo Formato: Primeira Letra de Cada Palavra em Maiúscula

New Informática Ltda.

Retenção do Irrf de 0,85

Pagamento de Duplicata

Saldo Transf. P/Matriz 01/04

De modo geral, padronizando as nomenclaturas utilizadas nas descrições do Sistema Questor, temos uma grande melhoria na estética dos relatórios e consultas.

Fonte: Equipe Suporte Questor Tributário.

Questor Sistemas Participa de Encontro do Sescon-SP

Para debater questões tributárias, tecnológicas e de gestão, o SESCON-SP está realizando hoje (1º de agosto), na cidade de Itu (SP), o VII Encontro Regional das Empresas de Serviços Contábeis de Sorocaba, Grande ABC e Osasco.
Um dos temas na pauta do evento é o Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas, obrigação que promete impactar profundamente as empresas brasileiras e transformar as relações trabalhistas no País.

10341450_817142648319630_2959490932631618942_n

Durante o encontro, também serão colocadas em debate temas atuais e importantes como “Oportunidades e Ameaças da Era Digital no Negócio”, “ECF: Escrituração Contábil Fiscal = IFRS + IRPJ + SPED” e “Marketing: Pessoal, Profissional e Digital”.

10533748_817063004994261_9060910479468936392_n
O evento está sendo realizado das 8h às 18h, no Itu Plaza Hotel, e mais uma vez o Questor está prestigiando o Sescon-SP e se faz presente para atender a clientes e possíveis interessados nos serviços Questor.

Fonte: Questor Sistemas

Treinamento Esclarece Dúvidas sobre Módulo Fiscal – New Vale

Com o surgimento de novas obrigações fiscais e o desenvolvimento do Sistema Questor para atender esta demanda, a New Vale Sistemas realizou entre os contabilistas um treinamento sobre o Módulo Fiscal.

Realizado nos dias 23 e 24 de julho, na Unidavi a capacitação teve como objetivo auxiliar os profissionais na melhoria do desempenho ao usar o sistema e ainda facilitar as ações diárias.  Foram apresentadas ferramentas que permitem o uso correto dos recursos evitando o retrabalho, diminuindo o tempo para concluir as tarefas e assim ampliar a produtividade.

02
De acordo com Chana Carina Pisetta, da Contabilidade e Despachante Depiné, os exemplos apresentados no curso foram bastante práticos, permitindo a conferência do sistema após o curso. “Tudo que aprendi no curso será implantado. As informações repassadas são bastante usuais e contribuirão na rotina dos trabalhos”, afirmou.

Já para José Augusto Machado, da Contabilidade Mainhardt de Taió, o treinamento trouxe esclarecimentos sobre recursos que facilitam o uso do sistema. “Atuo com o Questor há apenas um ano e tinha várias dúvidas, com o curso consegui sanar grande parte delas”.

01
Usuário do Sistema desde 2006, André Schulle apontou as dicas e truques apresentados como um importante benefício. “Como o nome do curso diz, foi um treinamento avançado e pude aprimorar meu conhecimento. As dicas repassadas também irão otimizar o uso dos recursos”.

Nos dias de treinamento a New Vale buscou apresentar as novas ferramentas em cada um dos campos do sistema, que abrangeram desde o cadastro de uma nova empresa até  a demonstração de integração Questor Empresarial com Questor Tributário.

Fonte: Distribuidora – New Vale Sistemas Ltda